Diário de Bordo – Aruba, Bonaire e Curaçao – Dia 2

Acordamos bem cedo, tomamos café no hotel e, pra nossa surpresa, existia uma locadora de veículos dentro do hotel. Estávamos na dúvida, mas não fiquem, para conhecer toda a ilha ou grande parte dela é preciso alugar um carro. Conseguimos alugar um carro chamado Rio, que coincidência boa! Esse foi nosso companheiro em todos os nossos dias em Curaçao.

Pegamos nosso mascote, um mapa da ilha, algumas dicas na recepção do hotel, o nosso roteiro e fomos para a estrada sentido Wellpunt. Lado norte da ilha, onde diziam ser o lado com as melhores praias, nesse caso as mais selvagens.


Iniciamos nosso roteira pela Playa Kalki, uma pequena praia que me pareceu um bom local para mergulho. Estacionamento na entrada chegada à praia (gratuito) e um pequena escada de madeira nos transporta para o visual mágico do mar do caribe. Algumas pessoas se preparando para mergulhar, uma pequena loja de equipamentos de mergulho para locação, algumas pessoas na praia, muitas pedras na areia, um píer para pequenos barcos e aquele lindo visual das praias do caribe. Essa foi nossa primeira de muitas, mas como a intenção era conhecer outras praias, ficamos um pouco menos de 1 hora na praia e pegamos nosso mascote rumo ao próximo destino. 

Playa Kalki
Playa Kalki

Segunda parada: Playa Grandi ou Playa Piskado. Pequena praia de pescadores, o visual na chegada não é muito atraente e já fomos recebidos com um aviso de outro turista: “Não deixem nada dentro do carro à vista, pois aqui eles quebram o vidro e levam tudo”. Como a praia era pequena, optamos por dar uma caminhada para bater fotos. No retorno vimos um barco de pescadores chegar com alguns peixes grandes, já na chegada eles fazem a negociação com os locais. Não vi nenhum perigo na praia e recomendo a visita.

Playa Grandi
Playa Grandi


As estradas são bem conservadas e com o mapa que conseguimos no hotel, não foi difícil conhecer a ilha. Em alguns locais é bem sinalizada em outros nem tanto, mas é fácil dirigir por aqui. Saímos del á e fomos visitar a vizinha Playa Forti. Por ser na beira de um paredão rochoso, essa praia tem uma bela vista aérea. Alguns bares na parte superior da praia, areia marrom e algumas corajosas crianças pulando dos paredões de 10m completava a paisagem.

Playa Forti
Playa Forti

Partimos para a popular Knepa Grandi. Realmente o visual da praia é de tirar o fôlego, parece qe a água é fluorescente. Na lateral da praia tem um pequeno bosque que leva a vizinha Knepa. Do bosque e da praia, o visual é encantador e pra quem gosta de fotografia de paisagem, esse é um excelente local. Depois de muitas fotos, descemos e resolvemos curtir essa linda praia o dia inteiro. Na praia existe apenas um quiosque que prepara uns sanduíches e vende algumas bebidas, mas com todo esse visual a comida nem fez falta.

Knepa Grandi
Knepa Grandi
Knepa Grandi
Knepa Grandi

Na praia conhecemos dois casais de brasileiros, um de São Paulo e outro de Porto Alegre e passamos uma excelente tarde com nossos novos amigos. Curtimos a praia até o final da tarde e depois voltamos para o hotel, mas antes um rápido pit stop no mercado. Combinamos de jantar com nossos novos amigos no centro de Curaçao. Passeamos um pouco pelo centro e jantamos dentro do Fort Rif, no restaurante chamado Sopranos Bar. O clima a noite na ilha estava ótimo e dessa vez o centro estava bem movimentado.

Ponte movediça entre Punda e Otrobanda
Ponte movediça entre Punda e Otrobanda
Centro de Otrobanda
Centro de Otrobanda


Gastos do dia:

aluguel de carro – U$228 (5 diárias)

almoço (quiosque praia) – U$13

mercado – U$74

jantar (Sopranos Bar) – U$21,05

 


Câmbio:

1 Real = 833,33 Pesos colombianos

1 Real = 0,80 Florim das Antilhas holandesas 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *