10 jardins pelo mundo

Pequenos ou grandes, coloridos ou com poucas cores, simples ou bem complexos. Separamos alguns jardins que valem a pena a visita e, como diz Dodo Azevedo: “se perder para se encontrar”. Alguns jardins não são feitos somente para embelezar uma casa ou um local, alguns deles são feitos para contemplarmos. Desde a época medieval, alguns jardins tem acesso restrito, com isso poucos podiam vislumbrar suas belezas, mas hoje em dia todos estão abertos aos visitantes.

Keukenhof Gardens – Holanda

O maior e mais bonito jardim de flores do mundo. O jardim foi criado em 1949 com o objetivo de ser uma exposição de flores e hoje tem mais de sete milhões de espécies de todo o mundo. Fica aberto de março a maio e o melhor período para visitação é em abril. Localizado em Rijnland, a 40 minutos do centro de Amsterdã.

Keukenhof Gardens - Holanda
Keukenhof Gardens – Holanda

 

Suan Nong Nooch – Tailândia

Criado em 1954 e aberto ao público em 1980. Com paisagens coloridas, figuras surreais te dão a sensação de estar em um lugar mágico.

Suan Nong Nooch – Tailândia
Suan Nong Nooch – Tailândia

 

Jardim Botânico – Brasil

Uma das grandes atrações turísticas do Rio de Janeiro, o Jardim Botânico é apreciado por turistas e também pelos cariocas. O jardim tem sua marca registrada nas palmeiras imperiais, mas também conta com enormes vitórias-régias, bambuzais colossais e orquidários.

Jardim Botânico - Brasil
Jardim Botânico – Brasil

Butchart Gardens – Canadá

O jardim coleciona mais de 700 espécies de plantas e muitas árvores antigas em seus 55 hectares e é considerado um lugar histórico no Canadá.

Butchart Gardens - Canadá
Butchart Gardens – Canadá

Royal Botanic Gardens – Inglaterra

O jardim mais antigo do mundo, com a estufa vitoriana e a maior coleção de plantas do mundo. São 50 mil espécies diferentes espalhadas pelo jardim. O jardim também tem árvores com mais de 150 anos de indade.

Royal Botanic Gardens - Inglaterra
Royal Botanic Gardens – Inglaterra

 

Koishikawa Korakuen – Japão

Criado no século 17 pelo clã Tokugawa, é um popular local de passeio. O jardim é protegido por lei nacional devido à sua importância histórica. Localizado próximo a arena Tokyo Dome.

Koishikawa Korakuen - Japão
Koishikawa Korakuen – Japão

 

Jardins do Palácio de Versalhes – França

Encomendados por Luís XIV em 1661, levou 40 anos para ser construído e teve o final de sua revitalização em 2010. Os jardins foram projetados por André Le Nôtre, Charles Le Brun, Jean-Baptiste Colbert, Jules Hardouin-Mansart e toda sua equipe. O local é um festival de perspectivas e ambientes, com fontes, estátuas e alamedas. A fama do jardim não é somente por sua beleza, o que também ajuda é o magnífico palácio, combinação perfeita.

Jardins do Palácio de Versalhes - França
Jardins do Palácio de Versalhes – França

 

Mirabell, Salzburgo – Áustria

Famoso por cenas do filme “A Noviça Rebelde”. O Palácio Mirabell ostenta um belo jardim que, de tão bem cuidado, parece montagem. À sombra do Castelo e da Catedral de Salzburgo, tudo fica ainda mais encantador.

Mirabell, Salzburgo - Áustria
Mirabell, Salzburgo – Áustria

 

Gardens of Ninfa – Itália

O jardim foi formado nos arredores das ruínas da antiga cidade de Ninfa e abriga uma rica variedade de vida selvagem, incluindo a rara truta marrom.

Gardens of Ninfa - Itália
Gardens of Ninfa – Itália

 

Chatsworth House – Inglaterra

Um dos mais famosos jardins da Inglaterra é o de Chatsworth House, a mansão do duque de Devonshire. Em uma área de mais de 100 acres encontram-se elementos de seis diferente séculos.

Chatsworth House - Inglaterra
Chatsworth House – Inglaterra

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *